Ring: um anel realmente inteligente para controlar os seus dispositivos



Mas não são só as grandes corporações que estão apostando alto no conceito e criando produtos impressionantes capazes de deixar qualquer geek de queixo caído. A Logbar Inc., por exemplo, está causando um alvoroço internacional logo depois de ter apresentado oficialmente o
 Ring, projeto que atualmente está sendo financiado através da famosa plataforma Kickstarter.O conceito de wearable computing não é algo novo, mas está recebendo mais atenção do que nunca durante os últimos anos. Grandes empresas de tecnologia se esforçam cada vez mais para criar dispositivos eletrônicos discretos que podem ser vestidos como um simples acessório estético – o Galaxy Gear e oGoogle Glass são os melhores exemplos desse tipo de empreitada.
É difícil não se espantar com o vídeo de demonstração do gadget, reproduzido logo no início deste artigo. Basicamente, o invento resume-se em um anel dotado de luzes LED, motores de vibração e um calibradíssimo sensor de movimentos, capaz de identificar qualquer tipo de gesto que você fizer com seus dedos e transformá-los em comandos para um celular, tablet, SmartTV ou qualquer outro wearable device compatível.
(Fonte da imagem: Divulgação/Ring)

Um anel para a todos governar


A ideia do Ring é atuar como uma “chave” para qualquer tipo de software ou dispositivo eletrônico: as possibilidades são praticamente infinitas. De início, o gadget será compatível com smartphones e tablets equipados com Android e iOS; em breve, o produto ganhará suporte paraWindows Phone. Sua SDK, contudo, poderá ser embarcada em qualquer outro tipo de aparelho eletrônico, incluindo televisores, smartwatches e até mesmo luminárias.
O gadget funciona de uma maneira bem simples: bastar usar o dedão para acordá-lo (dando um leve toque em sua lateral) e em seguida realizar os gestos que você quiser. É possível fazer movimentos para abrir apps, escrever textos (foi desenvolvida uma fonte específica que você deve aprender a “desenhar” no ar) e até mesmo enviar dinheiro para outra pessoa através de soluções de pagamento online.
(Fonte da imagem: Divulgação/Ring)
E não acaba por aí: o produto também tem a capacidade de lhe enviar notificações através de seu trio de pequenas luzes LED ou pelo seu sistema de vibração. Toda a comunicação entre os dispositivos é feita por intermédio do protocolo Bluetooth 4.0 (de baixo consumo de energia). A recarga do anel é feita através de um dock sem fio que acompanha o produto (que, por sua vez, precisa ser recarregado periodicamente na tomada através de um cabo USB, também incluso).
Por fim, o Ring também permite que você use um aplicativo dedicado para criar gestos personaliza-los e atribui-los para qualquer ação que você desejar. A Logbar Inc. também promete lançar o Ring Store, uma loja com apps desenvolvidos por terceiros e projetados especialmente para serem usados em conjunto com o anel inteligente.
(Fonte da imagem: Divulgação/Ring)

E ele já pode ser seu!

De acordo com Takuro Yoshida, fundador e diretor da Logbar Inc., o Ring está em desenvolvimento desde 2013 e ganhou visibilidade na mídia depois que a empresa ganhou o TechCrunch Tokyo 2013 Startup Battle, um concurso anual que premia startups com projetos inovadores no nicho de tecnologia. “As pessoas me perguntavam se isso era real, ou como algo assim poderia ser possível”, afirma o jovem executivo.
O aparelho foi cadastrado no Kickstarter no final de fevereiro, e teve sua meta de US$ 250 mil ultrapassada em pouquíssimos dias. No momento em que esta matéria foi escrita, cerca de 4,5 mil internautas já haviam colaborado com o projeto, contribuindo com um total de US$ 767 mil.

Fonte: http://www.tecmundo.com.br,
 Ring

Nenhum comentário :

Postar um comentário